terça-feira, 29 de setembro de 2009

Querido diário,

Hoje eu durmo de portas abertas, não existe mais essa história de assalto que tanto falavam antigamente. Nos fins de semana eu vario: vou à praia, dou um mergulho na Lagoa Rodrigo de Freitas, ando de bicicleta, vou ao cinema ou fico em casa mesmo, lendo um bom livro! De segunda a sexta vou para a escola; não é longe da minha casa, mas vou de ônibus. Aliás, por falar em ônibus, fiquei tão preocupada no outro dia! Eu estava conversando com a minha avó e ela me falou umas coisas tão estranhas da época dela... Disse que quando era jovem, assim como eu, os carros e ônibus soltavam uma fumaça terrível e poluíam muito! Nossa, ainda bem que não é mais assim, os automóveis hoje são todos elétricos. Outra coisa engraçada que a minha avó me disse é que ela pagava para ir pra escola! Ah, e pagava também um “plano de saúde”! Onde já se viu né? Pagar pra estudar, pra ser atendido em um hospital? Sinceramente, aonde estavam os governantes daquele tempo? Ih, por falar em governantes, acabei de me lembrar que vai ter um pronunciamento do nosso presidente daqui a pouco! Me disseram que ele vai falar sobre as taxas de desemprego e pobreza, que estão mínimas! Que orgulho desse homem! Bom, agora vou ter que dar uma saidinha, estou indo à casa de uma amiga para fazer nosso projeto de ciências: vamos montar um robô! É, um robô! Desses que a gente tem em casa! Enfim, mais tarde a gente se fala! Até!

                   Rio, 02 de setembro de 2092.